25 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
26/04/21 às 15h14 - Atualizado em 26/04/21 às 15h14

Feira Central de Santa Maria ganhará reforma em projeto inovador

COMPARTILHAR

Mais um espaço público que será completamente reformado pelo Governo do Distrito Federal (GDF). Por meio de um projeto da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) com emenda parlamentar da Deputada Distrital Jaqueline Silva (PTB), a Feira Central de Santa Maria vai passar por uma obra de reconstrução dos boxes, reforma dos pisos, além de remodelamento e organização do espaço. A renovação das feiras permanentes é uma das propostas da gestão do governador Ibaneis Rocha.

Um pórtico para caracterizar a entrada principal foi projetado, criando um marco visual complementar à identidade da feira. A área de 7.244 metros quadrados vai contar com 122 boxes, com metragens que variam entre 11,40 metros quadrados, 23,52 e 47,77 metros quadrados.

Eles serão distribuídos por setores, de acordo com o serviço ou tipo de produto comercializado. “A composição dos 122 boxes foi inspirada na arquitetura popular, com variação dos pés-direitos em três alturas distintas, remetendo-se a ruelas”, conta a assessora da Diretoria de Edificações da Novacap, Manuela Rodrigues de Almeida.

Praça de alimentação

A reorganização do espaço prevê ainda uma praça de alimentação, um palco exclusivo para eventos culturais, uma brinquedoteca, uma área de descanso e a disposição de serviços públicos – como uma agência do Na Hora e conveniência do Banco de Brasília (BRB) – e privados – caixas eletrônicos e lotérica. Duas áreas de concentração de banheiros, separados por gênero e adaptados para pessoas com deficiência, também estão projetadas para evitar a necessidade de grandes deslocamentos pelos frequentadores.

O projeto foi apresentado aos feirantes na semana passada com a presença do presidente da feira Jorge Alexandre, da vice-presidente Joana D'arc e do diretor Léo Guerreiro e aguarda dotação orçamentária para que a obra seja licitada. A obra vai beneficiar cerca de 400 feirantes e trabalhadores – e milhares de moradores de Santa Maria e região.

Foi ao longo de 27 anos que Jorge Alexandre da Silva, 67 anos, acompanhou o desenvolvimento do espaço. Atual presidente da Associação de Feirantes e Empreendedores da Feira Central de Santa Maria, o feirante se diz animado com o resgate do conceito “Eu, que estou no ramo há quase três décadas, aposto nessa obra para trazer de volta o conceito da feira, impulsionando o meu e outros negócios que temos por aqui”.

Administradora regional de Santa Maria, Marileide Romão celebra o andamento do projeto para início das obras “Com a reforma, teremos um espaço que vai trazer retorno para os feirantes e opções de serviços para os moradores”, aposta a administradora.

 

Com informações HÉDIO FERREIRA JÚNIOR, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros