25 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
26/06/21 às 16h22 - Atualizado em 6/07/21 às 16h27

Primeira etapa do Parque Ecológico de Santa Maria a caminho da reta final

COMPARTILHAR

A primeira etapa das obras do Parque Ecológico de Santa Maria, administrado pelo Instituto Brasília Ambiental, está chegando ao fim. Os trabalhos, que começaram em março, seguem em ritmo acelerado e com previsão de entrega até julho. O empreendimento está sendo realizado com recursos de compensação ambiental, oriundos da Terracap, no valor de R$ 492 mil.

O projeto consiste em: construção de um parque infantil, de Ponto de Encontro Comunitário (PEC), de uma quadra de areia e outra poliesportiva, de um pergolado, de um conjunto novo de lixeiras e de bancos e mesas de concreto. A Unidade de Conservação (UC), localizado na Quadra Central 1 da Região Administrativa, também vai contar com pórtico de entrada, guarita e pista de caminhada e corrida.

Será uma nova opção de lazer, convivência e contato com a natureza para os 120 mil moradores de Santa Maria. A superintendente de Unidades de Conservação e Recursos Hídricos (Sucon) do Brasília Ambiental, Rejane Pieratti, destaca que todo o processo de implantação do parque foi feito ouvindo as demandas dos moradores. “Para nós, é um prazer ouvir a população de Santa Maria, garantindo que esta implantação seja feita, como nas outras unidades, sempre em parceria com a comunidade”, enfatiza.

O Parque Ecológico de Santa Maria foi criado pela lei nº 2.044/1998 e recategorizado em 2019. Possui atributos ambientais sensíveis como campos de murundus, vegetação típica do Cerrado facilmente inundável na época das chuvas. Por essa razão, o Plano de Manejo da unidade visou garantir o uso do espaço sem causar prejuízos à biodiversidade.

* Com informações do Brasília Ambiental

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros