07 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
4/11/21 às 13h35 - Atualizado em 4/11/21 às 13h44

Após mapeadas, 230 árvores são podadas em Santa Maria

COMPARTILHAR

Após mapeadas, 230 árvores são podadas em Santa Maria

Serviço é executado com ajuda das equipes do GDF Presente.

LÚCIO FLÁVIO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: RENATA LU

 

Para evitar acidentes envolvendo galhas de árvores em vias de grande circulação de Santa Maria, um mutirão de podas é realizado na cidade desde outubro. Ao todo, serão realizadas intervenções em 230 espécies já catalogadas e espalhadas por toda cidade. Até o momento, mais de 100 delas já foram podadas e tiveram galhas sobressalentes cortadas.

A expectativa é de que os trabalhos sejam concluídos até o fim do mês. “Na verdade, é um trabalho de prevenção que fazemos, antes das chuvas, sobretudo, para evitar que acidentes aconteçam”, explica o coordenador do Polo Sul II do GDF Presente, Germano Guedes. “O corte dessas galhas que sobram é importante porque melhora a visão dos pedestres e motoristas, libera a projeção de luz dos postes, facilita a mobilidade na cidade”, destaca.

Os serviços foram realizados ao longo de toda a parte sul da Avenida Alagados, próximo às quadras 205 e 207 Sul. São duas equipes com nove profissionais ao todo, mas a utilização de um caminhão sky – aquele munido de um cesto aéreo – permite o corte em árvores mais altas. Todo o material recolhido é triturado na hora por uma máquina própria e o resíduo transformado em adubo. Uma média de 12 toneladas de lixo verde é recolhida diariamente desde o início da ação.

“Todo esse material é encaminhado para a Novacap e usado como adubo nos canteiros de flores que eles têm, nada é desperdiçado”, conta a encarregada do serviço de poda da Novacap, Miriam Campelo de Miranda. “Muito bom esse serviço, deixa a cidade mais segura. Galhas grandes demais se enroscam nos fios de alta tensão e atrapalham, no período de chuva é ainda mais perigoso”, chama atenção o aposentado Edvaldo Abidias Pereira, 65 anos, zelador de uma igreja localizada na Avenida Alagados.

Para a administradora de Santa Maria, Marileide Romão, os serviços de podas, realizados em parceria com o GDF Presente, são fundamentais. “É um serviço bem solicitado pela comunidade, principalmente durante o período de chuva”, antecipa a gestora. “Além de deixarem a cidade mais bonita, as podas ajudam na visibilidade das vias públicas. Cidade linda é cidade limpa”, acrescenta.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros