10 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
11/03/22 às 15h27 - Atualizado em 11/03/22 às 15h27

2ª Roda Literária de Empoderamento Feminino reúne comunidade para refletir sobre a importância da Mulher

COMPARTILHAR

Usar batom vermelho às 07h da manhã – frase conhecida pela estilista francesa de moda Coco Chanel – se tornou um marco de força e poder feminino durante o século 20. Mas nos dias de hoje, esse mito tem ganhado um novo significado: as mulheres não precisam usar sua sensualidade para demonstrar sua capacidade; ela pode ser simplesmente o que quiser!

Foi com esse exemplo que a palestrante e compositora Raika MC, de 21 anos, expôs as transformações sociais do empoderamento feminino, na 2ª roda literária promovida pela Administração de Santa Maria, na manhã desta sexta-feira (11), na Biblioteca Monteiro Lobato.

Além da apresentação de hip hop da moradora da cidade, os participantes também assistiram à apresentação de balé clássico da professora Ainny Pastorin, do estúdio Juliane Ramos.

A servidora da Biblioteca Norte Pollyana Sampaio, analista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, foi a organizadora e apresentadora do evento. Devido a uma agenda de compromissos, a administradora Marileide Romão foi representada pela assessora de comunicação Carolina Augusta, que enalteceu a relevância da leitura.

A gerente de Cultura da Administração de Santa Maria, a artista Rosângela Lima, fez uma performance interpretando a música “Mudanças”, da cantora Vanuza, que traz a importância de se livrar do sentimento de culpa. Confira um trecho:

Hoje eu vou mudar/ Vasculhar minhas gavetas/ Jogar fora sentimentos/ E ressentimentos tolos/ Fazer limpeza no armário/ Retirar traças e teias/ E angústias da minha mente/ Parar de sofrer/ Por coisas tão pequeninas/ Deixar de ser menina/ Pra ser mulher

Hoje eu vou mudar/ Por na balança a coragem/ Me entregar no que acredito/ Pra ser o que sou sem medo/ Dançar e cantar por hábito/ E não ter cantos escuros/ Pra guardar os meus segredos/ Parar de dizer/ Não tenho tempo pra vida/ Que grita dentro de mim/ Me libertar

Outra música que fez as participantes refletirem foi “Salve todas”, da artista Antônia Medeiros:

Um salve pras mulheres narigudas/Pras magras, pras barrigudas/ Pras rainhas da nossa nação/ Eu amo as depiladas e as peludas/ As carecas, cabeludas/ Meu grito é pela união

Um cheiro pras devotas, pras miúdas/ Pras hereges, pras peitudas/ Todas moram aqui no meu coração/ Eu canto pras solteiras, pras casadas/ Pras virgens, pras taradas/ Pra vocês é que eu compus essa canção

Mulheres, mulheres/ De tantas formas, tantas cores, tantas peles/ Divinas, amadas/ Quero acordar num mundo em que seremos todas respeitadas

Houve ainda a citação de poesias e repentes dedicados às mulheres, além de um lanche especial.   

 

#SantaMaria #ASCOMsantamaria #AdministracaoEmAcao #SantaMaria #GDFpresente #GDF #Brasilia #ÉTempodeAção

Mapa do site Dúvidas frequentes